Aquando do lançamento da marca Mixa, uma marca francesa de cuidados da pele sensível para o corpo e bebé, que chegou a Portugal em Maio, mas começou em 1924 nos Laboratórios do dr. Roger, com produtos especialmente adaptados às necessidades e receitas dos seus clientes, tivemos oportunidade de esclarecer algumas dúvidas com a dermatologista Marisa André. Abordámos as temáticas da prevenção e cuidados de pele, assim como a democratização do acesso aos cuidados de pele de qualidade farmacêutica a preços acessíveis.

- Como é que podemos perceber se a nossa pele é sensível?

A pele sensível ou reativa é mais vulnerável a agressões externas caracterizando-se por reatividade extrema a fatores que são, habitualmente, bem tolerados. Pessoas com pele sensível (ou reativa) queixam-se de desconforto, comichão, repuxamento, irritação, vermelhidão, calor, sensação de queimadura ou de secura permanente.

- Quais os melhores tratamentos para alguém com a pele atópica?

A pele atópica é uma pele com tendência para a secura e que “perde” água com mais facilidade do que uma pele dita normal. Como tal, é fundamental que os indivíduos atópicos sejam desde cedo “educados” na forma como lidam com a sua pele não só em períodos de crise, mas também no seu cuidado diário.

É impriscindível que as lavagens/banhos sejam rápidos, com água pouco quente, com produtos suaves não perfumados (i.e. óleo de banho em vez de gel de banho), uma hidratação diária ou bidiária (sendo que uma das vezes seja feita logo após o banho) com um emoliente próprio para pele xerótica, não perfumado, hipoalergénico. A pele deverá ser seca com uma toalha com o mínimo teor em fibra possível e sem esfregar vigorosamente.

- Quais os componentes que devemos procurar num creme se precisamos de muita hidratação?

Hidratantes com uma percentagem considerável em ureia são uma boa opção para uma pele que necessite de uma boa hidratação.

- No rosto temos o caso da pele mista. no corpo podemos ter especificidades diferentes e ter zonas mais e menos sensíveis?

Com certeza que sim! Como decerto nota, a pele das áreas que designamos por pregas, como sejam, o pescoço, as axilas, os sangradouros, as virilhas é distinta da pele do dorso ou da chamada pele acral (das extremidades), palmas e plantas, que têm uma espessura muito superior, o que tem implicações óbvias na capacidade de penetração de um produto tópico. Assim sendo, é fácil de perceber que uma pele mais fina como a das pregas seja mais sensível que uma pele bastante mais espessa como a das plantas, por exemplo, o que pressupõe uma tolerância própria a cada uma destas zonas aos tópicos aplicados

- É verdade que no verão a pele necessita de mais hidratação ou isso é um mito?

No Verão com as idas frequentes à praia, à piscina, maior fotoexposição diária, é expectável que haja uma maior agressão à pele devido ao dano actínico e uma maior desidratação. Aconselha-se uma fotoevição nos períodos em que existe uma maior percentagem de radiação UV nociva (entre as 11:30-16:00), uma fotoproteção diária com um índice de protecção solar superior a 30, com aplicações frequentes ao longo da exposição solar e após os banhos. Dada a maior desidratação por banhos frequentes, pela agressão da pele pelo sal e/ou produtos derivados do cloro, reforçar a hidratação habitual.

- Como perceber o tipo de pele num bebé?

Nos bebés a relação entre a área de superfície da pele e o volume do corpo é significativamente maior que nos adultos e a derme é mais fina que na pele adulta. O teor de água da camada córnea (mais exterior) é mais elevada e sua estrutura é mais solta. A pele praticamente não produz sebo antes da puberdade. O suor não é capaz de regular a temperatura corporal de um bebé de forma tão eficaz como nos adultos. A pele do bebé ainda não é tão resistente como a pele de um adulto. Pode ser até dez vezes mais fina e é mais facilmente danificada. A pele do bebé ainda não tem o pH ácido natural. Portanto, devem ser usados apenas produtos especiais e adequados para cuidados com o bebé, que sejam compatíveis com a sua pele delicada . Deverão ser produtos que não removam muito óleo da pele, suaves, hipoalergénicos, não perfumados.

- Quais os principais erros que as mulheres cometem com a pele?

Relativamente ao cuidado facial é frequente não haver uma correcta remoção da maquilhagem antes de deitar, bem como uma lavagem e hidratação subsequente; a maioria das mulheres, ainda para mais num país soalheiro como o nosso durante praticamente todo o ano, não aplica um protector solar diário com um índice de protecção solar superior a 30; existe alguma dificuldade na ordem correcta de aplicação diária dos diversos produtos: em primeiro lugar deve ser feita a limpeza (seja com um produto de enxaguamento ou não), seguida da aplicação de medicamento, se fôr o caso (i.e. creme para acne ou rosácea), depois o creme hidratante, protector solar e, por último, a base (ou um BB ou CC creme).

Em Portugal, as mulheres descuram bastante a hidratação corporal comparativamente à facial ou a outras mulheres de outros países; sabendo que o nosso clima é quente e que a percentagem de tempo em que as mulheres andam com a pele do corpo mais “descoberta” é grande, é um fenómeno... como é evidente, também é importante o cuidado com a pele do corpo e, ainda mais, em alturas em que existe uma maior agressão externa como seja com a fotoexposição, o sal e o cloro, a hipersudorese no Verão ou o frio, o vento, as saunas no inverno.

 - O que difere a Mixa de outras marcas?

Mixa é uma marca que se destaca por ter uma herança farmacêutica e por oferecer cuidados testados em pele sensível, sob controlo dermatológico. Os seus produtos com fórmulas hipoalergénicas, foram testados em pele sensível e adaptam-se a diferentes tipos de pele, mesmo a pele delicada do bebé - uma tolerância e eficácia que uma marca criada na farmácia oferece.

- Quem poderá usar a marca e quais as gamas adequadas a quem?

Mixa tem uma grande abrangência de gama, desde o bebé ao adulto e a todos os tipos de pele e um preço acessível, de 3,49€ a 9,99€. Mixa é indicado para as peles sensíveis com a melhor qualidade a preço acessível (abrangência da gama de produtos, fácil acesso e preço acessível).

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.