Secas, oleosas, mistas, sensíveis, com manchas ou normais... Seja qual for o seu tipo de pele, a sua idade, o seu estilo de vida ou até mesmo o estado civil que exibe no cartão de cidadão, existe um gesto diário ao qual não deve fugir, em nome da saúde e beleza do seu rosto. O verbo que o resume e que melhor o sintetiza é hidratar. Uma epiderme nutrida e bem hidratada é suave, luminosa, elástica e resistente às agressões externas e também ao próprio envelhecimento.

No entanto, se estiver com sede, a pele desequilibra-se, torna-se desvitalizada e perde a elasticidade instantaneamente, como seguramente já terá comprovado em fases de maior desleixo. Para os mais distraídos, ela pede socorro, provocando uma desconfortável sensação de repuxamento, que nos obriga a agir. Um problema tão natural como a própria sede e para o qual a cosmética oferece inúmeras soluções. Para ajudá-lo, damos-lhe alguns conselhos.

As (outras) agressões que afetam a saúde da pele

A hidratação da pele é assegurada por um mecanismo natural, extremamente complexo, ligado à respiração celular. Este processo permite às células dos tecidos cutâneos fabricarem moléculas que fixam a água ao nível da derme, criando a sua própria reserva de hidratação. A respiração celular assegura ainda, ao nível da epiderme, a produção dos lípidos que vão formar uma barreira de proteção cutânea contra a perda de água, preservando-a no seu interior.

No entanto, quando a pele é exposta às agressões do ambiente, como é o caso da poluição e da radiações solares, assim como a fatores físicos e psíquicos, como é o caso de infeções, de nervosismo, de ansiedade e de stresse, este mecanismo natural de hidratação altera-se e reduz-se consideravelmente. Nessa altura, a pele fica desequilibrada e seca, torna-se em muitos casos baça e perde a sua luminosidade e frescura, conduzindo ao envelhecimento prematuro.

O que fazer para reforçar as defesas naturais da pele

Para reforçar as defesas naturais da pele e protegê-la convenientemente das agressões externas, é fundamental usar um hidratante diariamente. Logo após a limpeza facial, que deve efetuar de manhã e à noite, aplique uma fórmula adequada ao seu tipo de pele que garanta a hidratação ao longo de, pelo menos, 12 horas. Nos últimos anos, foram muitas as fórmulas com complexos inovadores desenvolvidas pelas inúmeras marcas disponíveis no mercado nacional.

Os produtos hoje existentes à disposição de mulheres e também de homens para hidratar a pele do rosto atuam de uma forma integrada, reforçando a produção natural de sebo e protegendo a pele da desidratação excessiva. A maioria das fórmulas tem uma textura leve e fresca, não gordurosa e muito suave, penetrando facilmente na pele. A maioria apresenta um fator de proteção solar, uma característica importante não só no verão, mas durante todo o ano.

A eficácia dos cremes de noite

Os cremes de noite, mais nutritivos do que os de dia, têm uma função reparadora, ajudando a pele do rosto a recuperar a hidratação perdida ao longo do dia. Com uma fórmula mais densa e gordurosa, surpreendem pela galénica. Os cuidados de rosto noturnos, que podem apresentados sob a forma de fluido, creme, gel ou bálsamo, são enriquecidos com ativos específicos hidratantes, entre eles, extratos de frutos, plantas ou algas, vitaminas e oligoelementos.

Estes são ingredientes que fornecem aos tecidos cutâneos água e ácidos gordos de que a pele necessita para se nutrir e hidratar convenientemente. O aroma das fórmulas, a apresentação das embalagens e o conforto oferecido pelas texturas fazem deste gesto diário de beleza, mais do que uma obrigação, uma experiência sensorial de prazer, com a qual não vai poder passar. Nem mais um dia! Para saber mais sobre a eficácia destes produtos de cuidado noturno, clique aqui.

Texto: Vanda Oliveira

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.