Não nos vamos focar em problemas ou outro género de disfunções que podem derivar de traumas e afins, até porque cada caso é um caso e muitas vezes só com ajuda especializada se pode contornar e minimizar um problema. Agora, se este não é o seu caso, convém saber quais são os comportamentos que podem levar a querer ou não ter sexo. Assim, até pode melhorar o seu estilo de vida e ficar com apetite para mais.

Começando pelas “más notícias”...

Já é do conhecimento geral, mas cada vez há mais. O stress consegue minar o seu corpo e a mente, sendo que na maioria das vezes uma pessoa nem se apercebe que está a ser assolapada por ele. Quando alguém está mais ansioso e stressado os níveis de cortisol aumentam no organismo, colocando em risco a produção de testosterona. Não obstante, a disposição não é a melhor e a tendência a estar irritadiço e sem vontade para nada é grande. Assim, nada como fazer exercício físico ou ter uma atividade que goste, para que a sua mente relaxe e extravase.

Na senda, o 'belo' do cigarro é outra condicionante. O sexo é uma atividade física intensa e o cigarro, como bem se sabe, proporciona algumas dificuldades respiratórias. Por isso, o ideal é que deixe de fumar em prol do sexo e de uma vida mais saudável.

Mas felizmente há hábitos que se podem (e devem) adotar para uma melhor performance debaixo dos lençóis...

Claro está que se o stress faz mal, a atividade física diária vai-lhe dar uma 'endurance' maior. Ao fazer exercício e a gostar de fazer (é muito importante e fará uma grande diferença), o seu organismo liberta doses generosas de testosterona e serotonina. O seu corpo e mente estarão a trabalhar para o mesmo, portanto os resultados só poderão ser satisfatórios.

Na senda, também a prática de ginástica íntima é favorável. A técnica do Pompoarismo, que consiste na contração voluntária dos músculos pélvicos, melhora a atividade sanguínea e aumenta a lubrificação.

A seguir a uma feijoada provavelmente só lhe apetece dormir uma sesta, certo?! Pois bem, alimentos ricos em gordura, poliinsaturados, comidas muito 'pesadas', etc... dificultam a digestão, aumentam a quantidade de gases e, por conseguinte, minimizam a vontade de ter sexo. Alimentos energéticos e mais leves são os que se devem escolher.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.