Férias é tempo de descanso e de não fazer nada… pelo menos assim deveria ser. Mas nem sempre isso acontece. Cada vez é mais frequente encontrar alguém a estudar durante as férias. Basta para isso não ter conseguido acabar tudo na época normal, e ter deixado para fazer exames na época especial. Ou então simplesmente alguém que tem consciência das suas falhas e pretende colmatá-las durante as férias, estudando um pouco! Não é um bicho-de-sete-cabeças, é tudo uma questão de saber gerir o tempo.

 

Planificar

Uma coisa é certa, tens de estudar! Não vale a pena estares a remoer no que podias ter feito ou no tanto que tens para fazer. Mentaliza-te que tens de o fazer e pronto! Não vamos poder estar a perder tempo com suposições que não te levam a lado nenhum. É definitivo, não conseguiste fazer tudo e agora vais ter de abdicar de algum do teu tempo de descanso para pores em ordem os teus estudos. Não tens de abdicar por completo do teu tempo de férias. É tudo uma questão de gestão de tempo e de tarefas. Começa por te munires de um calendário, e começa por assinalar as datas dos respectivos exames. Contabiliza o número de exames que tens para fazer, e o tempo que te resta para pores as matérias em dia. O mais natural é que as datas de realização dos mesmos sejam muito próximas.

Por isso não podes pensar em estudar primeiro para o que vais fazer em primeiro lugar e só depois para os outros. Vais ter de planificar um horário de estudo. Ao fazeres um horário de estudo estás a comprometer-te a cumpri-lo. Nesse horário vais estabelecer os dias e as horas a que vais dedicar a cada matéria. Tenta planificar as coisas para que sejam compatíveis com as tuas actividades de férias e não tentes estabelecer planos irrealizáveis. Tenta ser o mais realista possível. O ideal será utilizares as horas de maior calor, aquelas em que tens de estar obrigatoriamente à sombra, em que o sol nos faz muito mal (das 12h às 16h). Em vez de estares sem fazer nada, a contar moscas ou a ver alguma coisa na tv, aproveita para estudar. O que é essencial é que te mentalizes mesmo que tem de ser, não vale preguiçar. Em tempo de féria e estudo o que deves mesmo evitar são as noitadas. Uma noitada vai prejudicar muito o teu rendimento intelectual. Se puderes, evita-as.

Quando é que me divirto?!

Tens razão, as férias são sinónimo de diversão, de estar com os amigos, sem qualquer preocupação de ter coisas para fazer. Mas, neste caso vais ter de abdicar de alguma coisa. Se ainda tens de estudar durante os meses de verão, é porque falhaste nas tuas obrigações em tempo útil de aulas. Mas o que está feito, está feito. Agora são horas de saberes gerir as tuas actividades de férias, os amigos e os estudos. De certeza que alguns dos teus amigos também têm de estudar. Que tal elaborarem um esquema em conjunto?! Com a ajuda de um calendário, elaborem um horário de estudo. Os dias em que se podem encontrar, e os dias e as horas que estarão destinadas ao estudo. Vais ver como é muito mais fácil. Porque não estarás a estudar e a pensar no que eles andarão a fazer.

Vão estabelecer um acordo que terá de ser cumprido à risca. E assim também não haverá interrupções telefónicas com desafios tentadores para uma tarde na praia ou outra coisa qualquer. Porque todos sabem que esse é o horário de estudo. Depois das tarefas cumpridas poderão divertir-se sem pesos na consciência. E vais ver que não abdicarás das tuas férias nem dos teus estudos. Haverá tempo para tudo, é só uma questão de o aproveitar ao máximo, saber rentabilizar as horas mortas, gerir os teus afazeres com o divertimento. Tudo correrá bem e o teu futuro académico não será posto em causa.

Aprender a Estudar

 

Para aprenderes a estudar tens de ter em atenção o seguinte:

  • Estudar exige calma e concentração, deves escolher um local sossegado e bem iluminado e eliminar todas as actividades incompatíveis com o estudo, como a televisão ou o leitor de CDs;
  •  Elabora o horário de estudo. O plano de estudos é para respeitar, sem cedências. Às X horas senta-te numa cadeira, põe um livro à frente e tenta estudar (nada de te levantares de cinco em cinco minutos). Deves fazer um intervalo para recuperar forças mas sem te dispersares e perderes a vontade de voltar ao estudo;
  • Deves evitar estudar muitas horas seguidas antes dos testes, porque, devido à falta de tempo e consequente ansiedade e insegurança, começam as dificuldades de concentração e de memorização para organizar toda a informação estudada;
  • Expulsa os pensamentos parasitas - silenciosos e mortíferos, que te absorvem. Quando deres conta passou-se meia hora e estiveste em frente a um livro a fazer figura de estátua. Pode ser, um episódio que te irritou e não consegues tirar da cabeça, uma discussão em que fizeste triste figura e agora estás sempre a rever e a pensar no que disseste e no que devias ter dito;
  • Lê com atenção, tenta compreender as mensagens e voltar atrás sempre que necessário. Não serve de nada leres por ler na esperança de que a coisa fique armazenada na memória, se não perceberes o que é dito. As ideias importantes estão muitas vezes escondidas no texto. A solução é sublinhá-las com caneta fluorescente ou outra que salte à vista.
  • Esquemas e resumos da matéria são verdadeiras tábuas de salvação. Ajudam a memorizar, a estruturar as respostas e a perceber o que é importante. Devem ser claros, curtos e bem estruturados. Imagina as perguntas que podem sair nos testes e tenta responder-lhes.

"Mente sã em corpo são"

Existem aspectos que aparentemente nada tem a ver com estudar, mas que são muito importantes para tirares o melhor rendimento das horas de estudo: Deves manter hábitos saudáveis para que a tua constituição física coopere para uma mente saudável. Um aluno saudável tem raciocínio rápido, força, energia e muita disposição para os estudos. Para teres uma “mente sã em corpo são” deves ter em conta alguns aspectos, que qualquer pessoa deve seguir:

  • Não comas a toda hora, é prejudicial à saúde. 3 ou 4 refeições serão o suficiente;
  • Bebe bastante água entre as refeições;
  • Come alimentos naturais com bastante fibra, frutas, legumes, verduras e cereais, evita as guloseimas e os produtos industrializados;
  • Não mistures muitos alimentos de uma só vez, causam má digestão e fermentação;
  • Pratica desporto, os exercícios físicos ajudam a ter um corpo saudável;
  • Habitua-te a teres horas regulares de descanso.
  • Deita-te cedo durante a semana;
  • Dorme, pelo menos, 8 horas, as suficientes para recuperares as energias;
  • Aproveita os fins-de-semana para te divertires! Ninguém é de ferro, mas como estás de férias podes abusar mais um bocadinho. Desde que tenhas consciência dos limites.

 

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.