"Vá lá - Toda a gente faz!!". Não é verdade. A velha frase é um truque. Não te deixes enganar por ela. É verdade que cerca de metade dos jovens têm relações sexuais. Também é verdade que CERCA DE METADE NÃO TÊM. E muitos dos que tiveram relações sexuais, não o queriam realmente - deixaram-se convencer.

Talvez os teus amigos tentem empurrar-te para as relações sexuais. Talvez te digam "Isso provará que és um homem" ou "Fará com que te sintas um mulher de verdade".

Ou poderás sentir que teres relações sexuais é a única maneira de fazeres com que alguém se conserve interessado em ti. A pessoa com quem andas pode mesmo pressionar-te com frases como estas "Se me amas realmente, prova-o" ou "Se não o fazes comigo, alguém fará".

A verdadeira questão é: O que é que está certo para ti?

TU É QUE DECIDES!

Podes pensar " Porque estou tão ansioso(a) e ao mesmo tempo quero recuar?" Talvez porque sentes o mesmo que milhões de outros jovens - as relações sexuais podem ser um erro se não estás ainda preparado(a). Não podes pedir emprestada a opinião de ninguém. Pode não servir para ti. Tu és único(a) e precisas de uma decisão única. Tens de fazer a tua própria escolha - a que é melhor para ti.

Decidir é fácil. Dizer "NÃO" às vezes não é fácil. MAS PODE DIZER-SE!

Todos somos sexuais e queremos amar e ser amados. Assim, todos temos que tomar decisões sobre a sexualidade. E porque somos diferentes, tomamos decisões diferentes.

Os teus amigos têm aspectos e personalidades diferentes. As suas necessidades e valores também são diversos. Cada um deseja uma coisa diferente da vida. Às vezes o teu estilo de vida harmoniza-se com os seus. Outras vezes, entra em choque. Lidar com o conflito faz parte do crescimento e da criação da independência. Tu tens que tomar uma quantidade de decisões. Manobrar as relações pessoais, fazer planos para o futuro, e fazer sempre escolhas saudáveis - incluindo decisões sobre o sexo - é disto que trata o crescimento!

Pode parecer uma montanha russa. Mas toda a gente passa por isso. Até os teus pais passaram por isso. É por isso que conversar com eles pode ajudar a soltar os teus pensamentos e sentimentos. Podem ser mais compreensivos do que imaginas.

continua

QUE FAZER?

SÊ HONESTO(A). Diz o que realmente sentes quando tu e o teu(tua) amigo(a) falarem de sexo. Os teus amigos podem ser demasiado envergonhados. Ou sentirem que devem ser "fixes". Pode ser mais difícil ser "honesto" com alguém de quem gostas especialmente. Ser "honesto" pode ajudar a compreender porque é que algumas pessoas têm relações sexuais antes de estarem preparadas. Muitas dessas razões não são assim muito sexuais. Elas são por exemplo:

tentar curar a solidão e a infelicidade
ser mais popular
usar o sexo físico para evitar o isolamento e a falta de relacionamentos
provar que não se é homossexual ou lésbica
esperar descobrir o "fogo-de-artíficio" que se vê no sexo na TV e em discos, filmes, revistas e livros
acreditar que a primeira vez não é assim tão importante e então vamos a isto
não fazer boas avaliações porque bebes muito ou tomas outras drogas
RELAÇÕES SEXUAIS nestas condições podem ter maus resultados. E há sempre o risco de gravidez ou de infecção de doenças sexualmente transmissíveis. Mas seja qual for a razão, as relações sexuais envolvem duas pessoas, com pensamentos e sentimentos individualizados. Tens de viver com os teus.

Por isso está certo dizer "não". Não tens de te explicar, mas podes dar as tuas razões se quiseres - "decidi esperar" ou "Não estou preparado(a) para me envolver já" - diz aquilo que te fizer sentir mais confortável. Talvez ajude praticares dizendo isso para ti próprio(a) antes de dizê-lo a alguém.

TOMAR A TUA DECISÃO significa ficares a conhecer-te. Tenta pensar no tipo de pessoa que és e que queres ser. Que tipo de vida queres? Que trabalho queres ter? Que treino precisas? Quanto mais certezas tiveres acerca de ti próprio(a), menor será a probabilidade de te gabares ou de ficares assustado por fazeres algo antes de estares preparado(a). O sexo é uma parte significativa da tua vida. Não se separa de nada. No sexo, como em muitas outras partes da vida, respeitares-te a ti próprio(a) e aos outros é vital. Permite aceitar e apreciarmo-nos uns aos outros. E tratarmo-nos uns aos outros com consideração e confiança. E isso nem sempre é fácil. Mas é sempre importante.

Se necessitas de ajuda FALA COM ALGUÉM em quem confies e respeites - em casa, na escola, na igreja, no clube.
Os teus pais nunca falaram contigo sobre sexo? Talvez estejam à espera que tu perguntes. Vale a pena correr o risco.
Existem Centros de Saúde, Centros de Atendimento de Adolescentes e Consultas de Planeamento Familiar onde podes falar com alguém que te aconselhe.

Para falares com alguém sobre sexualidade podes ligar para :

SEXUALIDADE EM LINHA - 800 222 002
LINHA SOS ADOLESCENTE - 800 202 484 (das 10 às 13 horas)

Fonte:
Associação para o Planeamento da Família

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.