Uma australiana deu à luz dois bebés em dezembro de 2015 depois de ter feito uma "superfetação", um fenómeno raro que resulta da conceção de um novo feto, quando já existe um outro no útero.

A australiana Kate Hill sofre de Síndrome do Ovário Policístico, um distúrbio endócrino que provoca alterações hormonais e dificuldades em engravidar. Por isso, a mulher recorreu a um tratamento de fertilização. O que Kate não esperava era engravidar duas vezes no espaço de dez dias.

"Fiquei grávida e o meu corpo, voluntariamente, libertou um outro óvulo que permitiu aos embriões desenvolverem duas idades gestacionais diferentes", afirmou Kate Hill ao programa da televisão australiana Today Tonight.

A primeira gravidez era de gémeos antes da segunda fecundação resultar numa gravidez de trigémeos.

Kate Hill ovulou pela segunda vez, com dez dias de diferença, e ambas as ovulações eram decorrentes do mesmo sémen uma vez que o casal não voltou a copular naquele espaço de tempo.

No início da gravidez, a australiana perdeu um dos bebés da primeira gravidez, dando à luz apenas duas bebés saudáveis.

As filhas, Charlotte e Olivia, com 10 dias de diferença na conceção, nasceram no mesmo dia, por cesariana.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.