Uma troca de recém-nascidos resolvida em 48 horas, uma tentativa de rapto impedida pelos serviços e 17 situações de quedas do bebé ou da puérpera foram ocorrências registadas nos últimos quatro anos em maternidades, segundo o regulador do setor.
Os casos estão registados no relatório da Entidade Reguladora da Saúde (ERS) no âmbito de uma ação desenvolvida sobre a segurança do recém-nascido em meio hospitalar, a que a Agência Lusa teve acesso.
Nesse documento, é referido que, além das duas situações de rapto em 2006 e 2008 no Centro Hospitalar Tâmega e Sousa, as instituições referiram outras ocorrências.
“Um outro prestador referiu uma tentativa de rapto pelo pai da criança, que não se concretizou por ter sido imediatamente detetada pelos serviços”, escreve a ERS.
Em relação a trocas de recém-nascidos, foi referida uma situação, a qual “foi detetada e resolvida num intervalo de 48 horas, com o auxílio da PSP”.
Além destes casos, “foram reportadas 17 situações de quedas do recém-nascido ou da puérpera entre 2006 e 2010, bem como a implementação imediata de medidas preventivas da repetição da situação”.
Das 17 ocorrências registadas, “oito referem-se à mesma instituição, encontrando-se as restantes nove distribuídas por oito prestadores”.
Esta ação da ERS visou averiguar o cumprimento dos requisitos de um despacho de 2008 sobre segurança dos recém-nascidos que foi publicado após o rapto de uma criança no Hospital Padre Américo, em Penafiel.
Segundo o relatório, “globalmente, os índices de observância de medidas de segurança instituídas em prol da segurança do recém-nascido obedecem a níveis de cumprimento satisfatórios”.
Em análise estiveram 63 instituições, das quais 63,5 por cento do setor público, 28,6 por cento do privado e 7,9 por cento do social.
Lusa
08 de junho de 2011

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.