Oco e em forma de pera, é um dos órgãos genitais internos da mulher. Divide-se em duas zonas. O corpo uterino que vem desde as trompas de falópio, na parte superior do útero, é uma delas. É aqui que o óvulo fertilizado se implanta e se desenvolve durante a gravidez. A sua parede contém os músculos que se contraem quer na menstruação quer durante o parto. A segunda zoina integra o colo ou cérvix, na parte inferior, que liga o útero à vagina. Já a parede é constituída por três camadas:

- A serosa uterina ou perimétrio protege o útero da fricção com outros órgãos

- O miométrio, constituído por fibras musculares, permite que o útero contraia durante a menstruação e parto expandindo-se durante a gravidez

- O endométrio, uma mucosa glandular, prepara-se, mensalmente, para acolher e nutrir o embrião nos estágios iniciais da gravidez, até à formação da placenta. Quando não ocorre gravidez, o endométrio descama e é expelido através da vagina, o que constitui a menstruação.

Como proteger o colo do útero

- Faça o exame de papanicolau

É a única forma de detetar células cervicais pré-cancerosas, evitando a evolução para cancro.

- Vacine-se contra o HPV

Indicada entre os nove e os 26 anos, a vacina protege, durante quatro a cinco anos, contra os tipos de Vírus do Papiloma Humano (HPV) mais frequentes no cancro do colo do útero e nos condilomas genitais e do trato respiratório.

- Use preservativo

O HPV transmite-se mesmo quando não há penetração. Quanto maior o número de parceiros sexuais, maior o risco.

Texto: Rita Miguel com Alexandre Lourenço (consultor em ginecologia e obstetrícia no Hospital de Santa Maria)

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.