A competição faz parte da vida e todos gostamos de ganhar. Todavia, durante o seu desenvolvimento, a criança deve aprender a perder e adaptar o seu comportamento. «Quem não aprende a lidar com a frustração terá mais probabilidade de ser um adulto psicologicamente imaturo», sublinha Ana Serrão Neto, pediatra coordenadora do Centro da Criança e do Adolescente do Hospital Cuf Descobertas, em Lisboa.

«A aprendizagem da frustração deve começar antes dos dois anos», defende a especialista. «Os pais devem ser atenciosos, mas firmes, estabelecendo limites. Pelos cinco anos, é comum os pais deixarem os filhos ganharem algum jogo sem que mereçam a vitória, mas não o devem fazer de forma sistemática», assegura.

A partir da entrada na idade escolar, o papel dos pais tem de passar a ser mais assertivo. «Nesta idade já se deve explicar por que nem sempre se ganha, que naquele jogo outra criança foi melhor, que há que aceitar a derrota. Mas o apoio dos pais reforça a certeza de que vai ficar tudo bem», acrescenta ainda a especialista.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.