1. Evite os voos com escala, se puder. Pode valer a pena partir de um outro aeroporto, mesmo que isso implique conduzir uma hora até lá chegar, que tenha voos diretos.

2. Escolha o voo tendo em conta a hora da sesta. Desta forma, o bebé irá dormir parte do voo. Não se esqueça também de levar um brinquedo ou a manta com que ele costuma adormecer. Um objeto familiar pode ajudar.

3. Compre um lugar extra. Para crianças menores de dois anos, os pais podem levar o bebé ao colo durante o voo. Mas se for um voo com mais de 4 horas, por exemplo, talvez valha a pena comprar um lugar extra. A maioria das companhias aéreas permite uma cadeirinha de carro para colocar no assento.

4. Vá preparada com um kit de emergência na sua bagagem de mão, onde deve incluir um biberão, leite de fórmula, água engarrafada, medicamento para a febre, soro fisiológico. Tendo em conta que há restrição de líquidos na bagagem de mão, informe-se junto da companhia aérea em relação à política de segurança em caso de viagem com um bebé, para saber ao certo quais os líquidos permitidos e quantidades.

5. Leve uma muda de roupa para todos os elementos da família. E um saco para a roupa suja.

6. Para aliviar a pressão dos ouvidos, que pode ocorrer durante a descolagem e/ou aterragem, a chucha ou um biberão, podem ser uma boa opção. O efeito é o mesmo das pastilhas elásticas.

7. Leve um sling para poder passear com o bebé no corredor do avião, sempre que o sinal dos cintos estiver desligado.

8. Não se esqueça de levar alguns brinquedos para entreter o bebé durante o voo.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.