Ao contrário do que deveria ser, é uma das tarefas que mais stressa muitos pais. "Mais que um cuidado de higiene, o banho deve ser uma oportunidade para relaxar, um momento de prazer e, sobretudo, de interação e de conhecimento mútuo entre os pais e o bebé", sublinhou, em tempos, a enfermeira Ana Isabel Ventura, especialista em saúde infantil e pediátrica, durante a acção formativa sobre cuidados pediátricos, realizada pela organização Cuidar +.

Este é o momento do dia em que alguns pais ficam mais ansiosos porque vêem o seu bebé chorar muito durante o banho. "É uma situação muito frequente nos primeiros tempos e natural", confirmou, na altura, esta profissional de saúde, explicando que, "na maioria das vezes, os bebés choram porque se sentem desconfortáveis, porque estão despidos e, por isso, se sentem desprotegidos ou porque têm frio".

Como pode então controlar a situação? A resposta está, surpreendentemente, segundo esta enfermeira, na sua intuição! "Com o tempo, os pais vão percebendo o que o seu bebé gosta mais durante o banho e vão conseguir adequar todas as suas atitudes de modo a tornar o banho um momento tranquilo e agradável", assegura Ana Isabel Ventura. O processo, à semelhança de muitos outros, implica um período de habituação.

A melhor hora para o banho

O momento do banho fica ao critério de cada família que deve definir o horário mais adequado de acordo com as suas rotinas. No entanto, deve evitar escolher momentos menos favoráveis, como os que se sucedem às refeições ou ainda os momentos em que o bebé está com fome ou ainda quando está cansado. O momento ideal para o banho é ao fim da tarde porque o bebé consegue descansar durante um período de tempo maior.

Os produtos de higiene que deve privilegiar

Na hora de escolher os produtos de higiene, é importante ter em conta que a pele do recém-nascido é diferente da pele dos adultos e até de crianças mais velhas. Por exemplo, sabia que a pele de um recém-nascido tem um ecossistema bacteriano natural? A pele do bebé é composta por características que a protege de possíveis infecções. "É uma pele com característica próprias e os produtos devem ser adequados", frisa a enfermeira.

Então, que produtos deve privilegiar? Estes são dois dos cuidados a ter:

- Use sabão, gel de banho e cremes hidratantes suaves, sem perfumes intensos e com ph neutro.

- Os cremes devem ser feitos à base de gorduras naturais para promover a protecção natural da pele do recém- nascido e reduzir o risco de hipersensibilidade.

O tipo de banho que os especialistas recomendam

Qual o tipo de banho mais adequado para o bebé durante os primeiros tempos? "Cada tipo de banho tem os seus benefícios, desde que sigamos os cuidados essenciais", esclarece a enfermeira. Na hora de dar banho ao bebé, pode optar por três hipóteses. O banho de imersão na banheira tradicional, o banho na banheira tipo balde ou o banho parcial com compressas, recomendado nalgumas situações.

"A escolha deve ser feita consoante o que os pais considerarem melhor para o seu bebé", recomenda Ana Isabel Ventura. De acordo com a enfermeira, cada tipo de banho tem os seus benefícios. Saiba o que diferencia cada um dos três diferentes tipos:

1. Banho na banheira tradicional

O bebé terá maior liberdade para movimentar-se, o que lhe proporcionará maior conforto, além disso, este tipo de banho permite higienizar melhor algumas zonas do corpo, como a região perineal e as pregas cutâneas. Se o bebé se sentir muito inseguro no banho de imersão, existem alguns truques que podem ajudar a tranquilizá-lo:

- Envolva o bebé numa fralda de pano e desenrole a fralda lentamente ao mesmo tempo que lhe dá o banho.

- Opte por usar uma cadeira de banho ou uma rede de suporte para que o bebé se sinta mais apoiado.

2. Banho na banheira tipo balde

O recém-nascido adopta uma postura semelhante à postura fetal, o que o faz sentir mais seguro. Neste tipo de banheira, o corpo do bebé fica totalmente coberto pela água, o que faz com que ele tenha menos frio e se sinta mais confortável.

3. Banho n banho parcial com compressas

Não é necessário despir o bebé na totalidade. O bebé pode ser despido lentamente dentro de água o que o vai fazer sentir mais confortável.

Banho do bebé. Tudo o que precisa de saber para perder o medo

A temperatura ideal para um banho perfeito

Antes do banho, prepare todo o material necessário para vestir o seu bebé no local do banho e assim evitar que ele arrefeça. A temperatura da água deve rondar os 37º C, sendo que a temperatura da água pode ser avaliada com a região anterior do braço ou com um termómetro). O banho deve durar entre 10 a 15 minutos. Para que a temperatura corporal do seu bebé não baixe demasiado, pode lavar a cabeça e o rosto antes de o mergulhar totalmente na água.

A análise que os pais devem fazer

O banho é, segundo dados divulgados na ação sobre cuidados pediátricos, realizada pela Cuidar +, uma boa oportunidade para os pais analisarem o estado cutâneo da criança. De seguida, encontre as características que são perfeitamente normais na pele da criança:

- Lanugo (pelos finos e aveludados)

- Vérnix (substância gordurosa e branca que protege a pele)

- Mancha mongólica (de coloração azul-acinzentada)

- Milia (pontos brancos em volta do nariz ou no rosto)

- Nódulos nos mamilos (aumento do volume da zona dos mamilos)

- Cicatriz da vacina BCG (pode parecer infetada)

Texto: Sofia Santos Cardoso com Ana Isabel Ventura (enfermeira especialista em saúde infantil e pediátrica)

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.