O leite materno é o melhor alimento para o seu bebé. Pergunte a qualquer profissional de saúde e todos lhe responderão que a forma mais saudável de alimentar um bebé é a amamentação. Estudos demonstraram que a amamentação em exclusivo durante pelo menos três meses poderá evitar as gastroenterites nos bebés. Se amamentar durante pelo menos quatro meses, poderá reduzir o risco de o bebé contrair doenças respiratórias ou infecções dos ouvidos.
O leite materno é uma fonte de alimento completa, já que contém todos os nutrientes de que o bebé necessita – pelo menos 400 – incluindo hormonas e compostos de combate às doenças não incluídos no leite de substituição. Extraordinariamente, a sua composição nutricional até se adapta às necessidades do bebé à medida do seu crescimento e desenvolvimento. E ainda, para além dos benefícios do leite materno no que toca ao desenvolvimento do cérebro e ao combate às infecções – características que nenhuma fórmula pode imitar –, a amamentação pode ajudar a criar uma ligação especial entre a mãe e o bebé. Quando amamenta, o seu filho delicia-se com o contacto da pele com a pele, com os mimos e com o colo. E a mãe também.
Saiba mais sobre como o seu corpo produz leite.
Preparação da amamentação
Não é na verdade possível preparar os mamilos para a experiência da amamentação mas pode, e deve, preparar o seu estado de espírito. Será útil obter o máximo de informações sobre a amamentação antes do nascimento do bebé. Os pais também deverão informar-se ao máximo, para que possam dar o devido apoio e incentivo às companheiras. continua

Como amamentar
Dado que o bebé pode mamar durante sete a 40 minutos, escolha um local confortável para amamentar. O ambiente é muito importante, especialmente nos primeiros dias, quando ainda está a tentar ganhar o jeito. Se é do género de pessoa que se distrai facilmente e que qualquer ruído a perturba, encontre um local sossegado. Se se aborrece facilmente, poderá sentir a necessidade de amamentar em frente à televisão, mas apenas se todo o processo estiver a correr bem, para si e para o bebé. Experimente locais diferentes até determinar o que funciona melhor.
Segure o bebé numa posição que não esforce os braços nem as costas. Coloque apoios à sua volta, usando muitas almofadas. Muitas mulheres constatam que a posição de berço funciona bem embora, na verdade, o importante é encontrar a posição em que se sinta mais confortável. Encontre uma posição relaxada para si e para o bebé antes de começar a dar de mamar. Tenha atenção à sensação no peito quando o bebé pega na mama. O bebé deve ter a boca bem aberta e agarrar uma grande porção de tecido do peito. Se doer, interrompa a sucção – inserindo o dedo mindinho entre as gengivas do bebé e o mamilo – e tente novamente. Se pegar correctamente, o bebé não terá qualquer dificuldade em fazer o resto.
Problemas com que se pode deparar
Apesar de as mulheres amamentarem os seus bebés há séculos, nem sempre é tarefa fácil. Muitas mulheres enfrentam dificuldades nos primeiros dias. Nas primeiras seis semanas, altura em que as reservas de leite se estão a adaptar e o bebé está a aprender a mamar, poderá ter as seguintes dificuldades:
• Ingurgitação: peito demasiado cheio
• Mastite: inflamação da mama
• Mamilos gretados continua

O que poderá sentir
Algumas mulheres não têm qualquer dificuldade em adaptar-se à amamentação e não se deparam com grandes obstáculos. Contudo, muitas mães recentes têm dificuldade em aprender – por isso, se se sentir a desanimar, lembre-se de que não está sozinha. Se tiver vontade de desistir (ou se, simplesmente, quiser obter aconselhamento médico), contacte o seu médico ou enfermeira, eles podem observá-la e sugerir-lhe o que pode fazer. Além disso, fale com o seu médico assistente ou enfermeira sobre eventuais problemas de saúde que possam impedir uma amamentação bem sucedida.
A amamentação requer prática. Conceda a si própria o tempo de que necessita para apurar esta arte. Avance um dia, uma semana ou mesmo uma mamada de cada vez. Se a amamentação estiver a correr mal num dia, convença-se a si própria de que o dia seguinte será melhor. E nunca se esqueça de que os problemas que possa ter são provavelmente temporários. Quando for à consulta de revisão do parto, a amamentação será provavelmente já algo intuitivo. Caso contrário, não hesite em pedir ajuda.
Amamentar em público
Embora possa sentir-se um pouco constrangida com a ideia de amamentar à frente de outras pessoas, não é ilegal fazê-lo em público. Ninguém pode esperar que corra para casa cada vez que o seu bebé precisar de se alimentar. Algumas T-shirts estão concebidas para permitir uma amamentação discreta. Evite camisas que tenha de desabotoar, porque assim se sentirá demasiado exposta – T-shirts elásticas que possa puxar para cima funcionam bem para este efeito. Se tapar o ombro e o peito com uma écharpe ou uma fralda de pano enquanto o bebé estiver a mamar também ajuda a ser mais discreta em público (certifique-se de que o bebé consegue respirar bem).
Algumas lojas de maiores dimensões dispõem de salas para a mãe e para o bebé, onde se poderá sentar comodamente e amamentar na companhia de outras mães. Outras organizações também elaboram brochuras com informação sobre locais onde poderá amamentar sem qualquer problema. No entanto, se tudo o mais falhar, pode sempre ignorar as convenções e fazer o que tem de fazer, porque alimentar o bebé quando este tem fome é a sua máxima prioridade. Não tardará a chegar o dia em que, quando a amamentação for um hábito do dia-a-dia, não pensará duas vezes sobre como amamentar o bebé em público. continua

O que tem de comprar
Terá de adquirir pelo menos dois soutiens de amamentação, já que estes providenciam o apoio extra de que os seus seios agora necessitam, já que estão mais volumosos do que o habitual. Estes soutiens apresentam colchetes ou fechos de abertura fácil, para quando precisar de amamentar. Certifique-se de que estão equipados com estes fechos e que as abas abrem completamente. Se ficar exposta apenas uma pequena parte do seio, o soutien pode pressionar o peito e dar origem à obstrução dos canais. Será talvez melhor esperar pelo nascimento para efectuar esta compra, a fim de assegurar que o soutien assenta perfeitamente, embora muitas lojas disponham de funcionários formados para recomendar soutiens de amamentação a partir das 36 semanas.
Algumas mães constatam que o peito tem tendência para verter leite durante a amamentação. O choro de outro bebé ou o simples contacto visual com outro bebé pode estimular o fluxo do leite, por vezes em alturas inconvenientes. Certifique-se de que tem discos de amamentação em quantidade suficiente.
Posso continuar a amamentar depois de regressar ao trabalho?
Sim. Recomeçar a trabalhar não tem de significar o fim da amamentação. Efectivamente, as mães que trabalham fora de casa conseguem muitas vezes amamentar os bebés durante o tempo que assim o quiserem. Poderá optar por tirar leite no local de trabalho ou amamentar apenas quando estiver com o bebé. São duas possibilidades perfeitamente plausíveis.
Recomendamos que veja também:
O seu bebé tem uma semana
Como posso saber se o meu bebé está a comer o suficiente?

O umbigo do seu bebé
Dar banho ao recém nascido
O aspecto de um recém nascido
O uso de chupetas

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.