Mariah Yater, a jovem que acusava Justin Bieber de ser o pai do seu filho, Tristyn, de quatro meses, terá reconsiderado e retirado da justiça o processo de reconhecimento de paternidade. 

Segundo uma notícia avançada pelo site “TMZ”, o processo teria sido cancelado “discretamente”, na semana passada. O site adianta ainda que os advogados de Mariah já se afastaram do caso.

O cantor, que ainda não prestou declarações sobre esta notícia, estava decidido a submeter-se a exames de ADN que comprovassem a sua inocência, tendo inclusivé afirmado a sua intenção de processar a mãe de Tristyn, por acusações falsas e difamação.

Recorde-se que além de um processo por falsas alegações, Mariah arriscava-se a vir a ser acusada de “violação de menor”, porque Bieber, na altura do suposto encontro sexual, tinha apenas 16 anos, e ela 19.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.