"Espero que a minha camisola do jogo com a Ucrânia em 2019 possa ajudar os jovens a terem um futuro melhor e quero felicitar a Federação Ucraniana de Futebol por esta ação. Rezando pela paz", escreveu Ronaldo, citado pela organização humanitária numa rede social.

A camisola das 'quinas' estava na posse de um rapaz de 14 anos da região de Ivano-Frankisvk e a verba alcançada vai ser utilizada para comprar medicamentos para os militares, ainda segundo a 'Save Ukraine Now'.

A Rússia lançou em 24 de fevereiro uma ofensiva militar na Ucrânia, que já matou milhares de civis e causou a fuga de mais de 16 milhões de pessoas das suas casas, oito milhões das quais abandonaram o país.

A invasão russa foi condenada pela generalidade da comunidade internacional, que respondeu com o envio de armamento para a Ucrânia e o reforço de sanções económicas e políticas a Moscovo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.