Corria o ano de 2018 quando Maria Leal se viu envolvida no centro de uma enorme polémica após o seu ex-marido, Francisco d'Eça Leal, ter vindo a público revelar que esta o teria roubado e burlado fazendo desaparecer 1 milhão de euros da herança do seu pai.

Quase dois anos depois da polémica, o tribunal decidiu ilibar Maria Leal das acusações feitas por Francisco. A informação é avançada pelo advogado que defendeu a artista em tribunal.

José Paulo Pinho mostrou o despacho de arquivamento do Ministério Público de Lisboa referente ao processo e dedicou ainda uma mensagem a todos os que o criticaram por ter defendido Maria em tribunal.

"Quando decidi aceitar a defesa da conhecida do mundo da música como Maria Leal muito fui criticado, ofendido e até o meu profissionalismo foi posto em causa, apenas defendo pessoas que sejam inocentes a nível legal e não moral, agora foi-me dada razão. No entanto, a visada não deixou de ver o seu nome manchado e foi condenada em praça pública. Mais uma vez tenho orgulho na justiça portuguesa, fez-se justiça", declarou.

Também a interprete de 'Dialetos de Ternura' recorreu às suas redes sociais para reagir ao desfecho do processo. "Quando todos me condenavam publicamente, tive a sorte de ter do meu lado o meu advogado que sempre acreditou que nenhum ilícito criminal tinha praticado. Obrigado, Dr. José Paulo Pinho, o melhor advogado do mundo", começou por escrever nas suas redes sociais.

Por fim, Maria deixou um agradecimento aos fãs que sempre acreditaram na sua inocência. "Agradeço também a todos os meus fãs que sempre acreditaram em mim e sempre estiveram do meu lado. Obrigada! Fez-se justiça", completou.

Leia Também: Será que o namoro de Maria Leal ainda dura?

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.