O antigo primeiro-ministro britânico cobra um mínimo de 100 mil libras esterlinas (cerca de 140 mil euros) por cada discurso que pronuncia em público. Mas a factura pode subir a muito mais, dependendo da audiência: no mês passado, Tony Blair recebeu 336 mil euros por um ‘speech' de vinte minutos, feito a convite das autoridades chinesas: 5.600 euros por cada minuto de conversa...

A "tabela" de Tony Blair, segundo amigos do ex-governante citados pelo ‘Sunday Times', varia entre 100 e 200 mil libras por cada palestra de cerca de uma hora. O preço final depende de vários factores, nomeadamente  do número de convidados presentes e do objectivo da reunião. Se há sessão de perguntas e respostas, sai ainda mais caro.

Mesmo mantendo um ritmo calmo (cerca de 5 discursos por mês), Blair recebe entre 700 mil e 1,4 milhões de euros mensais pelas suas actividades de palestrante, que o têm levado a todos os cantos do mundo desde que em Junho passado abandonou o cargo de primeiro-ministro de Sua Majestade.

Para Janeiro, Tony Blair tem programados três discursos nos Estados Unidos e Canadá, que por razões de economia o antigo governante concentrou ao longo de 4 dias. Factura total prevista para essa meia-semana de trabalho: 700 mil euros!

Há quem pague para ouvir antigos governantes como Blair, Clinton ou Gorbatchev. No próximo dia 14 de Janeiro, Tony Blair discursará na American Jewish University para uma assembleia de 5 mil pessoas e cada uma delas terá de comprar bilhete de entrada. O mais caro custa 1.600 euros...

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.