Soraia Chaves que regressou recentemente a Lisboa, depois de três anos a estudar em Madrid, confessou numa entrevista que não ouve piropos e que ao contrário do que seria de pensar, são os miúdos, e não os graúdos, que “adoram a cauda da sereia” com que surge num anúncio televisivo.

“Os homens?! Não. Eu não ouço piropos. O feedback que tenho é dos miúdos”, revelou, sorridente.

A atriz que emprestou a voz à personagem “Kitty Softpaws”, num dos filmes deste Natal, “O Gato das Botas”, diz que adorou este trabalho, até porque “os meus sobrinhos vão adorar ‘ver’ a tia no filme”.

No entanto, e apesar de gostar muito dos sobrinhos e falar deles com muito carinho, a atriz e manequim confessa que ainda não sente o “relógio biológico a chamar” e que é cedo para pensar em filhos.

Soraia Chaves que fez uma curta participação nos primeiros episódios de “Rosa Fogo”, novela da SIC, prepara-se agora para iniciar as gravações do filme do falecido cineasta Raoul Ruiz, “As Linhas de Torres”, onde vai interpretar uma aguadeira.

Sobre esta personagem, a atriz revela que é: “Uma mulher do povo que acompanha as tropas e transporta água e bebidas alcoólicas, e que além desse serviço, também presta outros…”. Frisa, contudo, que esta não é uma personagem sensual, como outras que a notabilizaram, mas que não foi uma opção sua, até porque “nunca senti necessidade de fugir desse registo”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.