Sara Norte, acusada de tráfico de droga, foi ontem condenada pelo tribunal de Algeciras, Espanha, a 16 meses de prisão efectiva, pena que cumprirá no país vizinho.

Não houve julgamento formal e a sentença resultou de um acordo entre Defesa e Acusação, com a filha do ator Vítor Norte a declarar-se culpada e arrependida.

Após cumprir dois terços da pena e se Sara tiver bom comportamento na cadeia, poderá pedir a passagem ao regime aberto e fazer um dia-a-dia normal, voltando apenas à prisão para dormir.

Ontem, em Algeciras, além do advogado, Sara contou com o apoio de sua mãe, Carla Lupi, e do cônsul de Portugal, Paulo Mesquita.

A mãe da jovem, em declarações à imprensa depois de conhecida a sentença, resumiu o estado de espírito da filha: “Consegui estar com a Sara. Ela está calma e tranquila. Não é uma situação agradável, nem nunca será, mas ela está com força e com vontade de começar uma vida nova. Ela está arrependida e quer pagar pelo erro para poder recomeçar”.

Vítor Norte, que havia visitado a filha na passada segunda-feira, não pôde, por motivos profissionais, estar ontem presente em Algeciras.

“A Sara em duas semanas já pensou muito e tomou algumas decisões. Quer apagar os números de telefone antigos e começar de novo. Às vezes é preciso bater no fundo, e estar preso é bater no fundo, para acordarmos e cairmos na realidade”, declarou Vítor Norte depois de conhecer a sentença da filha.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.