1. Que pessoa convidaria para um jantar a dois?

Convidaria o meu marido, que é a pessoa que está comigo há 30 anos e acho que quanto mais idade temos e gostamos um do outro mais necessidade temos de estar um com outro. Os filhos crescem, vão à vida deles e nós cada vez dependemos mais um do outro. Não trocaria o meu marido por ninguém.

2. Vai para uma ilha deserta e só pode levar consigo um objeto, o que escolheria?

Tem de ser uma escova de dentes. Não dava estar muito tempo sem lavar os dentes.

3. Qual o seu maior guilty pleasure?

Comer, sem dúvida nenhuma.

4. Qual a comida de conforto capaz de alegrar qualquer dia mau?

A minha mãe dizia-me sempre, gosto do que é bom mas também como do que é fraco. Um peixinho grelhado conforta qualquer dia mau.

5. Ficou presa no elevador, quem é a pessoa que não queria que estivesse consigo?

Era com quem estivesse, adapto-me bem a qualquer situação. Não tinha problemas em ficar seja com quem for.

6. Qual a sua mania mais estranha?

A minha mania mais estranha, o meu marido passa-se, é chegar a casa e querer meter uma máquina de roupa a lavar e ele estar na casa de banho ou estar a fumar e eu fazê-lo tirar a roupa porque tenho de meter a máquina a lavar. É mesmo uma mania estranha, mas tem de ser... Quando quero meter a máquina a lavar, a pessoa tem de tirar a roupa naquela hora.

7. A sua viagem de sonho, qual é?

Gostava de fazer um cruzeiro prolongado, passar por muitos países.

8. Qual o filme da sua vida?

Um filme que gostei muito de ver e que e me ficou na memória é 'Um Sonho de Mulher'. Acho que já o vi cinco vezes.

9. Há talentos quase secretos que ninguém sabe que temos... Qual é o seu?

Os meus talentos não são secretos, estão à vista de todos. Há pessoas que dizem que tenho um talento nato para vender. Acho que tenho talento para fazer amizades e, de facto, para vender. A pessoa vem comprar cinco cêntimos e leva 100 euros.

10. Qual o cheiro de infância que recorda até hoje?

Quando era pequenina passava sempre 15 dias na praia com a minha mãe e passávamos muitas horas no mar e quando vínhamos para a toalha ela dava-me um pão com queijo e um cacho de uvas. Quando chega esta altura do ano, trinco uma uva e lembro-me sempre disso. A uva traz-me, sem dúvida, recordações de infância.

Leia Também: Saiba 10 coisas num minuto sobre... Yeniffer Campos do 'Big Brother'

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.