A atriz Rita Salema, diretora do colégio “As Abobrinhas”, na Parede, viu-se forçada e despedir pessoal devido ao decréscimo de alunos inscritos este ano letivo. E nem sua mãe, Maria Helena Almeida, muito querida na escola, escapou aos cortes.

“O caso de minha mãe é para mim mais complicado, porque fiz este colégio para ela. A minha mãe, que é carinhosamente apelidada de ‘avó’ pelas crianças, faz muita falta ao colégio e, até, às professoras e funcionárias que aqui estão, que têm uma ternura enorme por ela”, disse Rita Salema a SapoFama.

A mãe despedida entendeu perfeitamente a decisão da filha e, embora sem ordenado, não cortou o vínculo com o colégio: “Ela visita-nos sempre que pode, sobretudo em alturas mais complicadas, como, por exemplo, quando há uma festa. Tem umas saudades loucas e os próprios miúdos amuam quando ela não vem visitá-los”, contou Rita.

E como um mal nunca vem só, Rita Salema também está a sofrer os efeitos da crise na TVI. Os atores com contrato de exclusividade, como é o seu caso, tiveram um corte de 10 por cento nas suas remunerações – decisão que a atriz diz compreender e aceitar: “É uma forma de resolver a situação para todos. Não me faz confusão nenhuma e até acho muito bem, sobretudo se esses 10 por cento contribuírem para haver mais atores a trabalhar”, sublinhou.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.