Rita Ferro Rodrigues foi uma das últimas convidadas do programa da RTP1, ‘5 Para a Meia Noite’. À conversa com Filomena Cautela, a apresentadora aproveitou para esclarecer a polémica gerada à volta de um subsídio europeu recebido pela associação feminista.

Questionada acerca da polémica, Rita esclareceu: “Tinha a ver com um subsídio a que as Capazes se candidataram, como tantas outras entidades, um subsídio europeu, para um projeto que nós temos nas escolas, que é um projeto muito importante no Alentejo, que é onde existe maior dificuldade de acesso à informação sobre igualdade de género".

“Foi uma notícia que nos causou algum dano porque basicamente parecia que tínhamos metido ao bolso 75 mil euros, o que não é verdade. Fizemos uma candidatura que foi aceite pela entidades europeias”, reflete.

Por fim, explica como as coisas aconteceram: “Não nos dão assim o dinheiro e pronto. Aliás, só dão contra pagamento, tens de provar que tiveste determinadas despesas. Na verdade, até ao momento, recebemos oito mil e poucos euros. A notícia é que nós tínhamos sido fiscalizadas, não é verdade, não houve nenhuma fiscalização às Capazes”.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.