Raquel Tavares foi a entrevistada de Fátima Lopes, no programa 'Conta-me Como És', das tardes de sábado da TVI. Uma conversa intimista que contou com uma revelação inédita da fadista.

Após ouvir a mensagem de carinho da amiga de longa data Vânia Duarte, Raquel frisou que esta é "mais que uma melhor amiga, mais que uma irmã", é sim a sua "alma gémea".

Como forma de explicar a relação vinculada entre ambas, a fadista relatou um momento em que "perdeu a cabeça" para defender Vânia.

"Já dei a minha vida por esta pessoa. Fiz a maior das loucuras por esta pessoa. Tive um comportamento que desconhecia que era capaz de ter para defender esta pessoa e o filho dela, que é meu sobrinho por afinidade", começou por dizer.

"Vou dizê-lo: Espanquei um homem. Espanquei-o. Nunca tinha batido em ninguém. Não sei de onde veio a força, sei que fiquei com as mãos em sangue. Era um fulano que atirou duas pedras ao carro da minha amiga com o filho dela lá dentro e eu apanhei-o e espanquei-o", relatou, visivelmente comovida.

E rematou: "Depois veio a polícia, que queria prender-me, e eu disse: 'Levem-me'. Não fui presa, claro. Mas perdi a cabeça e foi aí que percebi o lugar que esta pessoa tem na minha vida".

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.