Ramón Arroyo em Portugal para a estreia do filme inspirado na sua vida

O filme conta a história do atleta que quando lhe foi diagnosticado Esclerose Múltipla decide participar num triatlo, onde o desafio era nadar 3,7 km em mar aberto, percorrer 180 km em bicicleta e ainda fazer maratona.

A vida de Ramón Arroyo pode dar um filme. E esse filme tem o nome de "100 metros" e reflete o espírito de quem não quer desistir apesar das vicissitudes que a vida lhes coloca. No grande ecrãn é Dani Rovira que dá corpo a Ramón na luta porque este passou para provar a si mesmo que apesar de lhe ter sido diagnosticado Esclerose Múltipla, ainda não era altura de cruzar os braços, muito pelo contrário, era o momento para se desafiar como nunca o tinha feito.

"100 Metros" é uma co-produção oficial luso-espanhola, realizado por Marcel Barrena e tendo como atores principais Dani Rovira, Karra Elejalde, Alejandra Jiménez e Maria de Medeiros, e a anteestreia realizar-se-á no dia 20 de Março às 21h30 no cinema S. Jorge com a presença de Ramón Arroyo, em cuja história o filme se inspirou.

Veja o trailer e conheça a história de "100 metros" com estreia marcada para o próximo dia 30 de Março:

Ramón é um homem de negócios bem sucedido, colega estimado e admirado, um autêntico líder. Tem um filho, Borja, uma criança de 7 anos obcecada pelo super-herói Homem de Ferro (Iron Man), e sua esposa, Inma, está novamente grávida.

Embora Ramon goste muito da sua família, o seu trabalho não permite que lhe dedique tanto tempo como deveria.

Além disso, Manolo, o seu sogro, um velho amargurado e solitário, instala-se em sua casa porque Inma quer cuidar dele. Entre Manolo e Ramon “voam faíscas”, não se suportam e o facto de viverem sob o mesmo tecto aumenta o conflito.

Mas o pior vem quando devido a estranhos sintomas Ramón vai ao médico e lhe é diagnosticada Esclerose Múltipla, uma doença cuja principal característica é a incerteza: a qualquer momento Ramón pode sofrer um surto que o deixará com algum tipo de sequela, desde a limitação da mobilidade dos membros ou até mesmo à morte.

Ainda assim, a doença pode ser controlada temporariamente com medicação que inicialmente Ramón não aceita, mas a sua situação física começa a deteriorar-se com os primeiros surtos da doença e Ramón é obrigado a medicar-se.

Ramón fica deprimido e só o nascimento do seu segundo filho, Martim, o leva a reagir. Lembra-se então que um doente com esclerose lhe disse que em menos de um ano não conseguiria andar nem cem metros. Ramón decide contrariar esse terrível desígnio, sai à rua e com um esforço titânico consegue andar esses cem metros.

Um dia, num ginásio, Ramón descobre que dentro de meses terá lugar um triatlo conhecido como o IRONMAN: 3,7 km de natação em mar aberto, 180 km de ciclismo e uma maratona, tudo de seguida. O nome da prova leva-o a pensar no seu filho e no super-herói que ele admira. Então, apercebe-se que esta é a sua oportunidade de voltar a sentir-se vivo e de recuperar a admiração do seu filho.

artigo do parceiro:

Comentários