Julio Iglesias poderá estar a preparar-se para abandonar os palcos nos próximos meses. A notícia está a ser avançada por várias revistas espanholas, como é o caso da Más y más.  "Prestes a fazer 75 [anos], os seus problemas de coluna podem obrigá-lo a reformar-se", anuncia a publicação. Mais misteriosa, a Pronto faz chamada de capa com um título que chama a atenção para "as grandes mudanças" que se adivinham na vida do cantor.

Até agora, o intérprete de êxitos como "De niña a mujer", "Me olvidé de vivir" e "Por el amor de una mujer" ainda não se pronunciou publicamente mas em meados de 2015, pouco antes de fazer 72 anos, afirmou em entrevista a um jornalista mexicano que, tão cedo, não contava abandonar a carreira. "Sou um [homem] rijo. A minha saúde continua a ser de ferro. Faço exercícios de reabilitação mas não me parece que vá morrer já", desabafou.

"Reformar-me está fora de questão", garantiu na altura. Entretanto, nos últimos meses, segundo a imprensa espanhola, as dores de costas agravaram-se ao ponto de fazer o cantor mudar de opinião. Filho de um médico galego, Julio Iglesias começou a cantar em 1968, depois de uma lesão sofrida num acidente de automóvel ter acabado com a sua carreira de guarda-redes. Em 50 anos, já vendeu mais de 300 milhões de discos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.