De acordo com CBS New York, um oficial de justiça disse à Associated Press que os testes da autópsia ao corpo de Prince revelaram que morreu devido a uma overdose de opiáceos.

O músico, de 57 anos, foi encontrado morto no passado dia 21 de abril na sua casa em Paisley Park, Minneapolis (Estados Unidos).

O Star Tribune refere, aliás, que Prince tinha combinado encontrar-se com um especialista no combate à dependência de analgésicos. Mas o encontro não chegou a acontecer. Estava marcado para o dia seguinte àquele em que o músico foi encontrado morto.

No decurso da investigação, a polícia efetuou buscas à residência do músico, apreendeu documentos médicos e receitas de analgésicos, e ouviu um médico que receitara a Prince medicamentos nas semanas anteriores.

O 'site' TMZ, que noticiou a morte do músico, escreveu hoje que o seu internamento, seis dias antes da morte, em Moline, no Illinois, se deveu a uma 'overdose' de Percocet, um analgésico opióide, que definiu como uma combinação de oxicodona e acetaminofeno.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.