Meghan Markle e o príncipe Harry fizeram uma aparição pública no âmbito do projeto ABC's TIME 100, cujo grande objetivo era encorajar todos os leitores a exercerem o direito de voto no posso mês de novembro, a propósito das presidenciais.

Ora, não demorou muito até que o palácio de Buckingham fizesse um comunicado acerca deste momento, uma vez que os membros da realeza não são autorizados a partilharem as suas opiniões, sobretudo em relação a política.

Num comunicado foi esclarecido que os comentários do duque de Sussex eram "pessoais".

"O duque não é um membro ativo da família real e quaisquer comentários são feitos a título pessoal", lê-se no comunicado segundo a revista People.

Importa notar que Harry não poderá votar por não ser um cidadão norte-americano. O mesmo acontece no Reino Unido por este fazer parte da realeza, mesmo que não ativamente.

Leia Também: Príncipe Harry revela restrição por ser membro da realeza britânica

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.