O príncipe Charles é, sem dúvida, uma das figuras mais emblemáticas a realeza britânica. A sua história está sobretudo ligada à da princesa Diana e claro, às alegadas traições à mesma na sequência do seu envolvimento com Camilla Parker Bowles.

Tom Bower, autor do livro ‘Rebel Prince: The Power, Passion and Defiance of Prince Charles’ fala precisamente desta faceta, numa biografia não autorizada, que será publicada em breve.

Segundo Bower, o relacionamento do Charles com os filhos Harry e William era bastante tensa. Aliás, o príncipe acreditava que “Diana tinha envenenado a mente das crianças” contra ele na época.

Mesmo após a morte de Diana, num trágico acidente em 1997, o cenário não melhorou na medida em que os filhos tiveram ainda de lidar com as revelações dos vários casos de infidelidade por parte do pai. Consta que Harry e William chegaram a circular pelos lados dos empregados para evitar o progenitor.

Fontes entrevistadas por Tom Bower revelaram ainda que o príncipe é viciado em coisas de luxo, que inclui a sua preferência por aviões e comboios particulares. Sabe-se também que apenas para passar uma noite na casa de uns amigos no campo enviou um camião com uma cama, roupas de cama, bebidas alcoólicas, alguns quadros e até mesmo papel higiénico.

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.