Tinha tudo para ser apenas mais uma fotografia partilhada por Ivanka Trump nas redes sociais momentos antes de sair para um jantar de gala com o marido, Jared Kushner, que teve lugar em Washington. Mas não foi esse o caso.

Segundo o site Yahoo, em causa está o timing da imagem, partilhada por Ivanka no dia em que milhares de pessoas saíram em protesto contra o decreto anti-imigração assinado por Donald Trump no dia anterior e que está a impedir a entrada de cidadãos de sete países muçulmanos nos Estados Unidos.

"Inapropriado", "ofensivo" e "vergonhoso" foram algumas das palavras utilizadas para descrever o post onde a empresária de 35 anos surge impecavelmente arranjada num vestido metálico desenhado pela estilista Carolina Herrera que terá custado 4,600 euros.

“Milhares de famílias estão a ser destruídas por causa do teu pai mas tens um vestido bonito. Diverte-te na festa!” ou “Hoje? É isto que escolhes tweetar hoje?” foram alguns dos comentários partilhados na rede social Twitter a propósito da polémica foto que depressa se tornou num dos assuntos mais comentados no fim de semana.

Recorde-que a implementação imediata desta ordem executiva apanhou de surpresa milhares de cidadãos que durante o fim de semana se viram impedidos de viajar para junto dos seus familiares.

Para além disso, Ivanka chegou a ser comparada à rainha Marie Antoinette que, em 1789, após ser confrontada com o facto do povo não ter pão, disse: "Qu'ils mangent de la brioche!" (Eles que comam brioche). A comparação enaltece a falta de sensibilidade e total alheamento do mundo que a rodeia.

Até ao momento, Ivanka Trump não fez qualquer comentário ou declaração oficial sobre a polémica que se gerou em torno do seu post.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.