E as acusações de violência doméstica contra Johnny Depp continuam. Esta quarta-feira, dia um, a revista People publicou novas imagens de Amber Heard com hematomas no rosto e o lábio cortado, após uma suposta agressão do ator em dezembro do ano passado.

A manequim, que pediu o divórcio na semana passada, alega ter sido agredida fisicamente e verbalmente pelo ex-marido, acusações que são negadas por Depp.

Segundo a mesma fonte, Amber disse às autoridades que sofreu outra agressão no dia 21 de abril, quando celebrou o seu 30º aniversário. De acordo com a publicação, a modelo alega que o ator chegou ao fim da festa “embriagado e sob o efeito de drogas”, puxou-a pelo cabelo e “atirou-a para o chão de forma violenta”.

Mas não é tudo. A modelo acusa-o ainda de outra suposta agressão no dia 21 de maio, em que o ator discutiu sobre algo que não era verdade e alegadamente atirou-lhe com um telemóvel.

No entanto, recentemente, os meios de comunicação adiantaram que Heard terá inventado toda esta história para prejudicar o futuro ex-marido.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.