Meghan Markle temeu pela sua vida enquanto viveu no Reino Unido e, aparentemente, teve motivos para isso. A esposa do príncipe Harry sofreu "muitas ameaças credíveis" e "repugnantes" à sua vida, revelou um antigo chefe do departamento de terrorismo da polícia metropolitana.

Neil Basu, comissário assistente de operações especiais da polícia metropolitana, que esteve no ativo até 2021, falou sobre o tema em declarações ao Channel 4 News.

Questionado se as ameaças seriam credíveis, Neil afirmou: "Absolutamente, e se vocês tivessem visto as coisas que foram escritas e as tivessem recebido...", disse, garantindo que quem se deparasse com tais mensagens "sentir-se-ia sob ameaça o tempo todo".

"Tínhamos equipas a investigar. As pessoas foram processadas por essas ameaças", completou o antigo polícia, referindo-se novamente à época em que os duques de Sussex ainda viviam no Reino Unido.

Atualmente, recorde-se, Harry e Meghan Markle vivem nos Estados Unidos da América com os filhos.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.