Mandy Moore está entre o grupo de 160 mil atores filiados no sindicato SAG-AFTRA que decidiram juntar-se a uma greve que os argumentistas norte-americanos iniciaram em maio.

Em causa estão exigências de pagamentos mais justos relativamente às royalties, nomeadamente quando os trabalhos dos artistas são reproduzidos em televisões e plataformas de streaming.

Numa entrevista ao Hollywood Reporter, a atriz, que ficou conhecida por dar vida à personagem de Rebecca Pearson na série 'This Is Us', garante que os rendimentos que tem recebido depois dos direitos da trama terem sido vendidos são muito baixos.

"Estamos numa posição incrivelmente privilegiada enquanto atores que fizeram parte de séries com um tremendo sucesso... mas muitos atores que estiveram no nosso lugar anos antes de nós conseguiam viver com os [pagamentos] residuais ou pelo menos pagar as contas", assegurou enquanto protestava à frente da Disney, na Califórnia.

A artista revela ainda que recebeu cheques muitos "baixos de 81 cêntimos" após a série da NBC ter sido adquirida pela Hulu, em 2017. "Estava a falar com o meu agente e ele recebeu 1 ou 2 cêntimos", apontou ainda.

Leia Também: Imprensa internacional fala em crise no casamento de Harry e Meghan

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.