O português Luis Figo, ex-jogador do Barcelona e Real Madrid, deu uma entrevista à 'ICON', a revista masculina do El País, na qual reagiu às especulações antigas de que manteve uma relação com o colega Josep Guardiola, durante a época em que esteve no Barcelona.

"O Guardiola era um grande amigo, uma pessoa que me ajudou muito. Era meu colega de quarto. Mas não havia nada. Gosto de mulheres", disse o antigo futebolista, sem nenhuma expressão de humor, após a pergunta de Carlos Marcos, como relata o diário Marca.

Questionado sobre por que motivo é que "nenhum jogador da primeira divisão espanhola se assumiu homossexual", o ex-jogador respondeu: "As pessoas são muito cruéis. Tu jogas todos os domingos, e eles atacam-te por isso e não pelo tua performance. Será uma proteção, não por vergonha. Esta é a minha opinião".

Recorde-se que Luís Figo está casado com Helen Svedin, com quem tem três filhas em comum, Daniela, de 20 anos, Martina, de 17, e Stella, de 15.

Leia Também: O tempo passa... Luís Figo dá os parabéns à filha mais nova

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.