Luciana Abreu terminou as suas mudanças da moradia da Moita, onde residia com Yannick Djaló, levou consigo quase todo o recheio, mas deixou a irmã Luísa a tomar conta da casa.

Segundo adianta hoje a revista “TV 7 Dias”, a cantora deixou na Moita apenas os cães do casal agora desavindo e a mobília do quarto da sua irmã Luísa, que lá continua a viver, por motivos práticos, como a própria explica.

“Só estou aqui (na Moita) ainda porque estou a estudar e tenho de ficar cá até o ano acabar, mas é por pouco tempo. Se eu fosse agora para Cascais, ia perder o ano. Estou a acabar o 9º ano nas novas oportunidades da Escola Técnica e Profissional da Moita e era complicado vir todos os dias de Cascais para cá, mas, mal acabe a escola vou para Cascais”, disse Ana Luísa aos repórteres daquela revista.

Luciana Abreu levou consigo para Cascais, além da mobília, dois dos carros do casal, um Mini Cooper e um Smart. Ainda tentou levantar o Porsche Panamera de Djaló, que o jogador tinha deixado numa oficina antes de partir de férias para Miami, mas o proprietário do estabelecimento recusou-se a entregar-lhe a viatura.

Segundo fontes próximas de Djaló citadas na imprensa, o futebolista do Benfica tem acompanhado a situação à distância, já se apercebeu que Luciana “quer ficar com tudo” e está “muito triste”.

Quando ele voltar de férias, a novela promete…

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.