Linda Evangelista elogiou a "coragem e a força" demonstradas pelo crescente número de mulheres que acusaram o ex-marido, Gérald Marie, de assédio sexual e violação.

Em declarações à revista The Guardian Weekend, Evangelista referiu que acredita nas acusações feitas contra Marie, que durante quase três décadas foi uma das figuras mais importantes da indústria da moda.

"Durante a minha relação com o Gérald Marie, não tinha conhecimento destas alegações contra ele, por isso não tinha como ajudar estas mulheres", afirmou, recordando o casamento que durou entre 1987 e 1993.

"Ouvi-las agora, e de acordo com as minhas próprias experiências, acredito que estejam a dizer a verdade. Parte-me o coração porque estas são feridas que podem nunca sarar, e admiro a sua coragem e a força delas por denunciarem agora", acrescenta.

Importa notar que Gérald Marie foi o antigo presidente da agência de moda Elite, que chegou a representar nomes como Cindy Crawford, Claudia Schiffer e Naomi Campbell. Em respostas às acusações vindas de quatro mulheres, o empresário garantiu que todas elas são falsas.

Leia Também: Harvey Weinstein pode morrer na prisão se não for libertado

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.