Leonardo DiCaprio anunciou que a sua fundação irá doar uma quantia de 20 milhões de dólares (aproximadamente 16 milhões de euros) para ajudar a combater as alterações climáticas. O ator, que é uma das celebridades mais ativas no âmbito da defesa do ambiente, foi um dos convidados presentes numa conferência que teve lugar na Universidade de Yales. Aliás, foi aqui que DiCaprio aproveitou para mostrar a sua contrariedade perante a posição que Donald Trump tem tomado [o Presidente não acredita no aquecimento global].

“Continuo a acreditar que os Estados Unidos têm potencial de liderar o mundo nesta questão. Só podemos esperar que o Presidente comece a ver isto também, antes que seja demasiado tarde”, afirmou o artista, referindo-se ao rompimento do Tratado de Paris levado a cabo por Trump.

Na altura, Donald argumentou que o acordo iria prejudicar a economia do país, assegurando no entanto que iriam continuar as negociações sobre as questões climáticas.

“O nosso desafio é encontrar novas formas de sobrevivência, empregar milhões de pessoas e converter cada indivíduo num defensor de um ar mais limpo e água potável. Devemos exigir que os políticos aceitem a climatologia e assumam compromissos audazes antes que seja tarde demais”, acrescentou a estrela de Hollywood.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.