Jonathan Van Ness, estrela de 'Queer Eye', revelou que foi informado que é portador do vírus da SIDA pela Planned Parenthood quando tinha 25 anos, depois de ter desmaiado enquanto tratava do cabelo de um cliente.

O cabeleireiro, de 32 anos, escreveu um livro, 'Over the Top', e na obra recorda o dia em que foi diagnosticado com a doença. "Este dia foi tão devastador quanto pensaria que poderia ser".

Apesar do momento difícil que viveu na altura, Jonathan acredita que é "saudável" e é "um membro orgulhoso da bela comunidade dos portadores da SIDA".

Em conversa com o jornal New York Times, antes do lançamento do livro, explicou: "Quando saiu a série 'Queer Eye', foi realmente difícil porque fiquei do género: 'Quero falar sobre o meu estado de saúde?' E então foi do género: 'O governo de Trump fez tudo o que pode para que a estigmatização da comunicada LGBT prosperasse ao meu redor'. Sinto a necessidade de falar sobre isso".

Jonathan contou ainda com uma infâcia difícil, tendo sido vítima de abusos sexuais por um rapaz mais velho. Um passado marcado ainda pelo consumo de drogas.

Leia Também: Anitta descobre que foi o irmão quem falou sobre a alegada doença

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.