Jamie Oliver é uma das grandes referências no mundo da culinária, no entanto, também o chef já passou por momentos muito complicados ao longo da sua carreira. Numa entrevista ao Financial Times, Jamie confessou que conseguiu salvar a sua cadeia internacional de restaurante apenas a duas horas do final do prazo estipulado pelo tribunal no Reino Unido.

Segundo o próprio, na altura injetou cerca de 7,5 milhões de libras, aproximadamente, 8,3 milhões de euros, juntamente com mais um empréstimo de 37 milhões de libras, cerca de 41 milhões de euros.

“Num intervalo de duas horas fiz o pagamento e evitei que tudo fosse para o lixo, foi feio e dramático desta forma”, disse Oliver.

Desde o início do ano passado foram fechados 12 estabelecimentos dos 37 que o chef tinha em todo o mundo, o que obrigou à demissão de 600 empregados. “Nós simplesmente ficamos sem dinheiro, não esperávamos que isso fosse acontecer, não é algo normal, em nenhuma empresa, as pessoas deveriam ter gerido melhor”, lamentou.

Ainda hoje, Jamie não consegue perceber o que se terá passado na sua empresa, no entanto indica que terá sido um conjunto de fatores desfavoráveis a criarem a enorme tempestade.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.