Inês Herédia foi a mais recente convidada do videocast - 'É Preciso Ter Lata' -, apresentado por Pedro Ribeiro e Rita Rugeroni. Neste contexto, uma das questões que lhe foram colocadas era se já tinha perdido contratos com marcas pelo facto de ser homossexual.

A atriz da TVI respondeu que sim, que se encontrou em situações do género duas vezes, e que uma delas foi originada por uma das suas "melhores amigas".

"Já aconteceu, nunca foi frontal. Acredito que não tenha sido a marca, mas a pessoa que estava à frente do marketing, tanto numa como noutra. Aliás, tenho a certeza disso", começa por dizer.

"Na primeira marca em que isto me aconteceu foi com uma marca de bebés, logo ao início antes de ter os miúdos. Pensei em denunciar esta pessoa, era uma das minhas melhores amigas. Tentou travar a entrada na marca porque era homossexual e as minhas crianças não tinham pai. Ela não sabe que eu sei e quando vir isto vai saber. Automaticamente afastei-me e resolvi não fazer nada porque não vale a pena, as pessoas resolvem sozinhas", notou.

Leia Também: Inês Herédia: "Já me apaixonei loucamente por dois homens na minha vida"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.