Heitor Lourenço esteve hoje, 27 de outubro, à conversa com Júlia Pinheiro, altura onde acabou por recordar um incidente por que passou em 2015, nomeadamente, quando foi suspeito de terrorismo em Paris.

"Estava a ver no meu tablet um texto budista e esse texto tinha os caracteres em tibetano e a tradução em português. Houve uma pessoa que pensou que estava a ler o Alcorão, que estava lá escrito que eu ia explodir o avião, o avião foi todo evacuado e eu fui detido", conta.

O ator recorda que se manteve sempre "muito tranquilo", até porque sabia que a situação "ir-se-ia resolver".

Ainda assim, até que isto acontecesse não foi fácil. Heitor acabou por ficar detido durante mais de seis horas.

"Só me irritei depois porque estava cheio de fome e eles queriam que eu passasse lá à noite. Quando é acionado o protocolo terrorista tens de seguir todos os procedimentos, tinha de ser presente ao procurador de Paris e aí é que disse nem pensar", completa.

Leia Também: Heitor Lourenço diverte-se na Madeira com Dolores Aveiro

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.