Esta terça-feira, dia 13, o príncipe Henrique de Dinamarca morreu após um período de hospitalização, devido ao seu estado muito frágil de saúde. Conforme avança a imprensa internacional, Henrique passou os seus últimos momentos ao lado da esposa, a rainha Margarida e dos filhos, os príncipes Joaquim e Frederico.

Ora, a partir de um comunicado, a casa real dinamarquesa revelou como irá ser feita a despedida, que não seguirá os trâmites tradicionais inerentes a este tipo de ocasiões. Foi informado que o príncipe será cremado, não receberá um funeral de Estado e que as cinzas não irão ser colocadas no jazigo da família.

Assim sendo, a imprensa da Dinamarca adianta que os restos mortais do príncipe serão cremados numa cerimónia íntima, no dia 20 de fevereiro, conforme o próprio desejava. Posteriormente, metade dos restos mortais irão ser deitados ao mar e a outra metade depositada nos jardins privados do Palácio de Fredensborg.

De recordar que Henrique da Dinamarca tinha 83 anos e batalhava contra a demência, doença que lhe foi diagnosticada há algum tempo.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.