O funeral de George Michael, que morreu no dia 25 de dezembro do ano passado, continua a ser adiado.

De acordo com o The Sun, a família do artista ainda não pode realizar as cerimónias fúnebres, visto que os resultados dos exames toxicológicos não estarão concluídos até ao final de fevereiro.

Estes testes irão determinar se a ingestão de drogas foi, ou não, um dos factores que levou à morte do cantor, mas podem demorar cerca de oito semanas a estar completos.

Até esses exames estarem prontos, o corpo do cantor não pode ser libertado pelo médico legista.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.