Depois de velas com cheiro a vagina, em fevereiro deste ano, Gwyneth Paltrow colocou à venda na sua plataforma de lifestyle, a Goop, o primeiro vibrador - um lançamento que pretendeu abordar de forma natural a sexualidade feminina.

Esta quarta-feira, em conversa com Ellen DeGeneres no programa homónimo da mesma, a atriz revelou uma curiosidade sobre a opinião do seu filho, Moses, de 15 anos, sobre o lançamento.

"Posso contar uma coisa amorosa? Isto aconteceu mesmo", começou por dizer.

"Há uns meses, do nada, ele [o filho] disse-me: 'Mãe, fiquei mesmo envergonhado durante um minuto pela Goop começar a vender vibradores. E depois percebi que não devia, era incrível. Estás a fazer com que as pessoas não se sintam constrangidas ao comprar algo, é ótimo. És uma feminista", contou, cita a revista People.

Gwyneth Paltrow lembrou ainda que as palavras do filho a deixaram enternecida. "Foi muito, muito bom. Tenho a certeza que ele ainda se sente envergonhado, mas pelo menos está a pensar nisso", rematou.

Leia Também: Gwyneth Paltrow conta como aborda as relações sexuais com os filhos

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.