Catarina Raminhos abriu o livro da sua vida em entrevista a Manuel Luís Goucha na tarde desta terça-feira. Numa conversa intimista com o apresentador, a esposa de António Raminhos acabou por lembrar um dos períodos mais delicados da sua vida, vivido durante a gravidez da terceira filha: a pequena Maria Leonor.

"A gravidez foi um susto muito grande", começa por explicar Catarina, que depois de fazer a amniocentese recebeu um telefone do hospital e percebeu que algo não estava bem.

A bebé tinha "uma falha no cromossoma 3", existindo apenas 22 crianças no mundo com o mesmo problema.

Catarina e Raminhos foram então confrontados com os sintomas que a filha poderia vir a ter, entre os quais a possibilidade de nunca vir a andar ou a comer sozinha, e o medo instalou-se.

"Eu acreditei sempre que ela não tinha problema nenhum", garante a escritora, que ao mesmo tempo sentia que não podia "alimentar muito essa esperança".

Quando Maria Leonor nasceu, o casal teve a maior surpresa das suas vidas: a bebé era saudável apesar do "sindrome de deleção cromossomática".

"O que eu senti é que tinha recebido o maior presente de todos, ter aquela filha saudável quando tudo indicava o contrário", termina Catarina.

Recorde-se que António Raminhos e a mulher são ainda pais de Maria Rita e Maria Inês.

Leia Também: Catarina recorda início de vida com Raminhos. "O dinheiro não chegava"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.