A 'guerra' em tribunal entre Phil Collins e a sua ex-mulher, Orianne Cevey, parece longe de terminar. O agora ex-casal enfrenta um processo judicial motivado pelo facto de em agosto deste ano o músico ter obtido uma ordem judicial para expulsar a 'ex' de uma das suas casas.

Orianne Cevey, que vivia numa mansão em Miami, nos EUA, com o novo marido, não aceitou a decisão de Phil Collins e avançou com um processo onde pretende provar que é coproprietária da referida casa - avaliada em mais de 30 milhões de euros.

E é precisamente no âmbito deste processo que surgem agora acusações bizarras que dão conta de que Phil Collins terá ficado meses sem tomar banho.

Orianne Cevey diz que o ex-marido se tornou um eremita, deixando de socializar com outras pessoas, colocando a música de parte e abusando do consumo de analgésicos. A ex-mulher do músico vai ainda mais longe nas suas alegações e chega mesmo a afirmar que este esteve recusou "durante meses" tratar da sua higiene pessoal.

Perante as graves acusações, os advogados de Phil Collins reagiram publicamente e desmentiram todos os factos acusando Orianne Cevey de estar apenas a tentar "extorquir" dinheiro. A defesa alega que tais afirmações são "escandalosas, obscenas, sem éticas e, na sua grande parte, falsas ou altamente exageradas".

Phil Collins e Orianne Cevey, recorde-se, foram casados durante sete anos, seguindo caminhos separados em 2016.

Leia Também: A razão que levou ao fim o casamento de Phil Collins e Orianne Cevey

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.