Sam Smith assumiu a sua orientação sexual desde o início sem qualquer preconceito. No entanto, no ano passado o cantor foi questionado sobre o seu papel na comunidade gay, ao que o mesmo respondeu que não se considerava como uma 'porta-voz'.

"Eu sou um homem gay que se assumiu quanto tinha 10 anos e não há nada na minha vida de que me orgulhe mais", confessou Sam numa entrevista à NME.

O artista afirmou que que ainda assim quer ser uma figura na comunidade homossexual, que fala por todos os homens gays.

"Eu vendo discos em países onde homens gays foram assassinados e isso é uma grande conquista para mim, porque talvez uma pessoa desse país compre o meu álbum e perceba que é um grande artista gay e se calhar até mude a sua opinião", confessou.

Recorde-se que a música criada por Sam Smith para o novo filme de James Bond 'Spectre' está no top inglês, assim como o álbum onde está inserida.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.