Jessica Athayde reagiu com entusiasmo à notícia que esta quinta-feira dá conta de que Espanha pode vir a tornar-se o primeiro país da Europa a aprovar uma licença menstrual de três dias.

A atriz assume que sempre sofreu com dores menstruais nos primeiros dias do seu ciclo e pede que esta medida chegue também a Portugal para ajudar mulheres que, como ela, têm de faltar ao trabalho por não conseguirem aguentar a dor.

"E aqui devia ser igual. A minha vida toda faltei à escola por não conseguir sair da cama. E quantas vezes durante as gravações tive de faltar nos primeiros dias. É urgente que existam estes dias tão necessários para muitas de nós e não seja rotulado como 'fita', como muitas acham", defende Jessica.

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.