Kelly Bailey esteve esta quinta-feira à conversa com os jornalistas para contar todos os pormenores sobre a sua personagem na nova novela da TVI - 'Bem Me Quer'. Uma conversa onde nos falou sobre a mudança de visual a que este novo projeto a obrigou e ainda sobre o lado mais pessoal da sua vida.

Kelly Bailey passou de loira a morena

A jovem atriz, de apenas 22 anos, está pela primeira vez com o cabelo pintado de castanho. A mudança prende-se com a sua personagem em 'Bem Me Quer', a pastora Maria Rita, mas será que Kelly gosta de se ver morena?

"Gosto", garante, explicando que o cuidado extremo com a imagem deixou de ser para si uma prioridade.

"Para mim foi zero difícil de me adaptar, cada vez mais vou dando prioridade a coisas diferentes. Ser atriz é isso mesmo [mudanças constantes de visual] e eu não posso ligar à imagem", afirma.

"Vou crescendo e as prioridades vão sendo outras, a imagem, o estar sempre bonita, deixa de ser esse o meu foco. Com o passar do tempo tenho-me obrigado a não me focar tanto nisso. Sou muito mais feliz e consigo focar-me no que realmente é importante, o texto e fazer bem as cenas", acrescenta, sem receio de assumir que no início da sua carreira esteve demasiado preocupada com a imagem.

A quarentena em família foi um teste à relação com Lourenço Ortigão

O período de quarentena a que a Covid-19 obrigou foi para Kelly um momento de reencontro com a família após seis anos a viver intensamente a sua profissão e tudo o que com ela está relacionado.

"Os últimos seis anos foram muito intensos, a minha vida estava tão atarefada... ali consegui, de facto, parar", revela.

A atriz passou grande parte do tempo na quinta dos pais, onde conseguiu ainda matar saudades dos seus avós paternos, que até aqui viviam em Inglaterra, e da irmã. Com uma casa grande, com piscina e muito espaço, Kelly, o namorado Lourenço Ortigão e toda a família conseguiram viver momentos felizes.

E a família de Lourenço Ortigão esteve também muito presente nesta quarentena do casal, aliás as duas famílias chegaram mesmo a reunir-se em muitos momentos. "São duas famílias muito unidas e temos essa sorte e essa oportunidade de estarmos todos juntos", conta.

Para o jovem casal, o confinamento representou um teste à relação e, segundo Kelly, os dois passaram com distinção: "O teste à relação também está feito, correu lindamente, foi muito bom".

Quanto ao facto de na novela 'Bem Me Quer' não trabalhar com o namorado, algo que até aqui tinha sido uma realidade constante, a atriz defende que: "estar é bom, mas não estar também".

Na opinião de Kelly Bailey, o casal sempre conseguiu separar muito bem o lado pessoal e profissional e sempre que trabalham juntos são apenas dois colegas.

Apesar de 'separados' profissionalmente, os dois continuam a ajudar-se mutuamente e Lourenço tem sido importante na preparação da personagem de Kelly em 'Bem Me Quer'.

"O Lourenço já me ensinou algumas coisas e eu a ele. Às vezes até temos formas de pensar diferentes, o que é bom", garante.

A decoração da nova casa

No início de 2020, Lourenço Ortigão e Kelly Bailey mudaram-se para uma nova casa em Lisboa. Um apartamento à medida do casal e que ambos têm estado a decorar nos últimos meses.

Questionada sobre se já estaria concluída a decoração da casa, a atriz explicou que este é um processo que irá levar o seu tempo. "Acho que a casa é uma coisa que tem de ser decorada com tempo", defende, revelando que, apesar de a hipótese ter estado em cima da mesa, rejeitou a possibilidade de ter um decorador a, de um dia para o outro, preencher toda a casa.

Porém, mesmo confessando que o processo ainda não está terminado, Kelly assegura que a casa já "não está vazia".

Leia Também: "A TVI achava que tudo estava garantido, quando isso acontece relaxamos"

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.