Clemente foi convidado de Manuel Luís Goucha no programa desta quinta-feira, 27 de maio. O artista, atualmente com 67 anos, começou a falar sobre a passagem do tempo e a forma como tem lidado com o envelhecimento.

"Fisicamente acho que começam a pesar [os 67 anos], psicologicamente não, porque não dei conta do tempo passar. A vida também me abriu alguns alçapões, porque tive uma doença oncológica e tudo isso desgasta", confessa.

Clemente, que foi diagnosticado com um cancro de pele há 20 anos, relembrou esta fase complicada.

"Sou seguido anualmente numa consulta de dermatologia para ver se não tenho novas incidências. Acho que se continua a ser doente oncológico, porque o gatilho está cá dentro", sublinha.

"Disseram-me para me começar a despedir das pessoas", nota, lembrando que hoje a ideia da morte não o assusta. "Estou tão em paz que posso partir a qualquer momento. Na altura pensei, já vivi tanto. Fui privilegiado toda a minha vida".

Clemente revela ainda que na mesma altura a mãe foi diagnosticada com um cancro de estômago e que de maneira a poupá-la, este decidiu nunca contar o seu problema.

"Foi complicado fazer esta gestão. Era um dia de cada vez. Não vale a pena fazer planos, porque a vida tem planos para nós", completa.

Veja aqui as declarações do músico.

Leia Também: Sofia Arruda atualiza fãs sobre estado de saúde. "Não estou a 100%"

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.