Depois de “Eu, Carolina”, em 2006, onde revelava detalhes íntimos da sua relação com o presidente portista Pinto da Costa, Carolina Salgado acaba de lançar um segundo livro, “Descida ao Inferno”, que promete levantar muita polémica e reacender disputas antigas.

O final da relação de Carolina Salgado e de Jorge Nuno Pinto da Costa foi tudo menos pacífico. Inconformada com a ruptura, Carolina denegriu a imagem do dirigente portista, não se coibindo de revelar pormenores escabrosos da época em que viveu em união de facto com o presidente do FC Porto.

Agora, Carolina lança um segundo livro, já disponível nas livrarias, onde revela situações novas da época do seu relacionamento com Pinto da Costa, bem como dramáticas aventuras vividas nos últimos cinco anos.

Em “Descida ao Inferno”, Carolina afirma que chegou a ser vítima de uma tentativa de atropelamento e que ameaças recebidas ao longo dos últimos tempos a levaram a temer várias vezes pela própria vida.

Este foi, aliás, o principal motivo que a levou a escrever “Descida ao Inferno”, um livro que, segundo a autora, serve também como defesa. “Se me acontecer alguma coisa toda a gente sabe que não é por acaso”, referiu Carolina numa recente entrevista.

A autora de “Descida ao Inferno” diz-se feliz e realizada ao lado do seu novo companheiro. Em relação a Pinto da Costa, apenas garante que não lhe guarda rancor…

Um bocadinho de gossip por dia, nem sabe o bem que lhe fazia.

Subscreva a newsletter do SAPO Lifestyle.

Os temas mais inspiradores e atuais!

Ative as notificações do SAPO Lifestyle.

Não perca as últimas tendências!

Siga o SAPO nas redes sociais. Use a #SAPOlifestyle nas suas publicações.