A cantora Lindsay Ell revela que foi violada duas vezes, a primeira quando tinha apenas 13 anos e a segunda vez aos 21.

A artista, de 31 anos, disse à People que o primeiro abuso sexual foi cometido por um homem na sua igreja, episódio que só partilhou com os pais anos mais tarde, quando tinha 20 anos.

"Eles não faziam ideia do que aconteceu e ficaram absolutamente horrorizados", disse a cantora, que atualmente tem 31 anos, afirmando que "está muito agradecida" ter contado logo com a ajuda da família, assim que esta teve conhecimento do caso.

Lindsay Ell recorda que começou a fazer terapia para ajudá-la a ultrapassar o passado, mas acabou por ser novamente vítima de abuso sexual, "muito mais violento", aos 21 anos. O que a levou a sofrer de depressão e ansiedade.

Uma fase difícil que foi agora abordada no seu mais recente tema, 'Make You'.

Em conversa com a People, a artista explicou que se sentiu pronta para falar sobre o passado marcante após visitar a Youth for Tomorrow, uma organização que ajuda jovens vítimas de abuso sexual.

"Senti-me sozinha durante tanto tempo, pensava que só tinha acontecido comigo. Mas não é verdade", desabafou. "Se soubesse disso quando tinha 13 anos, teria sentido um profundo alívio", destacou.

Leia Também: Johnny Depp admite em tribunal que deu droga à filha quando tinha 13 anos

Newsletter

Receba o melhor do SAPO Lifestyle diariamente no seu email.

Notificações

Os temas mais inspiradores e atuais estão nas notificações do SAPO Lifestyle.

Na sua rede favorita

Siga-nos na sua rede favorita.